CASCAVEL TEMPO

Núcleo da Mulher propõe parceria com Abrigo Vanusa Covatti

Abrigo de Mulheres Vanusa Covatti, que oferece proteção e acolhimento provisório à mulheres em situação de violência doméstica e familiar, recebeu, nesta terça-feira (18), a visita do Núcleo da Mulher do Sindicato Rural Patronal de Cascavel. O serviço de acolhimento é prestado pela Seaso (Secretaria Municipal de Assistência Social) e, além de abrigar temporariamente as vítimas, faz todo o encaminhamento para que elas possam recomeçar a vida longe dos agressores.
Depois de conhecer o processo detalhadamente, a presidente do núcleo, Maria Beatriz Orso, se dispôs a firmar parceria com a Seaso. A ideia é arrecadar utensílios e eletrodomésticos para doar às abrigadas quando elas deixarem o espaço. Para o secretário de Assistência Social, Hudson Moreschi, “é de extrema importância o envolvimento da sociedade civil junto aos serviços públicos disponibilizados, de maneira a conhecer, sugerir melhorias e apoiar os trabalhos desenvolvidos.”
As voluntárias também se dispuseram a realizar ações em datas específicas, buscando melhorar ainda mais o bem-estar das mulheres atendidas no abrigo.
Maria Beatriz comenta que o grupo ficou surpreso com o serviço prestado. “Ficamos impressionadas com o trabalho grandioso feito pelo Município de Cascavel, através da Secretaria de Assistência Social. Quem vê de fora como nós, não tem ideia do quanto essas mulheres são bem recebidas e bem tratadas, com uma estrutura realmente acolhedora. Parabenizo a Seaso e todos os envolvidos nesse trabalho”, conclui.
Sobre o serviço
O serviço para mulheres em situação de violência doméstica e familiar foi implantado em Cascavel no dia 1º de outubro de 1998, mediante demanda apresentada pela Delegacia da Mulher e proposta pela Secretaria Especial de Políticas para Mulheres. Em 2003, foi assinado convênio com o Governo Federal para a construção da sede própria, sendo inaugurada em oito de março de 2005, Dia Internacional da Mulher. Atualmente o abrigo é mantido integralmente pelo Município.
O acolhimento e proteção são desenvolvidos sem ambiente com características residenciais, em local sigiloso, monitorado 24 horas por vigilância armada, funcionando em articulação com a rede de serviços assistenciais, demais políticas públicas e sistema de justiça. A abrangência territorial do serviço é composta por todo o município, incluindo os distritos. O espaço não atende mulheres de outros municípios. Somente em 2019, o Abrigo de Mulheres Vanusa Covatti atendeu 245 pessoas, entre mulheres e seus filhos, ou dependentes.
fonte: prefeitura de cascavel

Notícias relacionadas:

Comentários Comente essa notícia

Nenhum comentário até o momento...

Deixe seu comentário